ANÁLISE DA VIABILIDADE MECÂNICA E ECONÔMICA DO USO DE RCD NA PRODUÇÃO DO CONCRETO

Leonardo Poletto, Rafael Alberti, Mirdes Fabiana Hengen

Resumo


O setor da Construção Civil está enfrentando um grande desafio, devendo-se buscar uma forma de conciliar o seu crescimento com um desenvolvimento sustentável.  A atividade do setor da construção civil é fundamental para o desenvolvimento sócio-econômico, sendo que o concreto é um dos materiais mais utilizados mundialmente. Um dos maiores problemas do setor é o seu elevado volume de perdas, o que gera uma grande quantidade de entulhos e uma má exploração dos recursos naturais. Mesmo com a introdução de sistemas construtivos inovadores, a geração de resíduos continua aumentando a cada ano. Uma das soluções para este problema está no emprego desses resíduos na fabricação de concreto. A atual pesquisa objetivou analisar a viabilidade mecânica e econômica do uso de Resíduos de Construção e Demolição (RCD) na produção do concreto, com substituição total dos agregados naturais pelos reciclados. Foram utilizados como matéria prima os resíduos de concreto, para obtenção dos agregados graúdos, e os resíduos de cerâmica, para a geração dos agregados miúdos. Além da resistência mecânica, foi analisada a trabalhabilidade dos concretos produzidos, a absorção de água do concreto endurecido e também o quanto a cura influencia na resistência mecânica e na absorção de água, sendo experimentada a cura seca e a cura com imersão em água. Os resultados mostram que o uso de agregado graúdo reciclado, originado dos resíduos de concreto, é viável, devido a baixa alteração nas características analisadas.


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.